Sobre

Graffiti \Graf*fi"ti\, s.m.
desenhos ou palavras feitos
em locais públicos. 
Aqui eles têm a intenção de 
provocar papos sobre TI e afins.

O Graffiti mudou!

Visite a nova versão em pfvasconcellos.net



Pois é... Há exatamente 1 ano nascia o Graffiti. Não tinha objetivos muitos claros. Aliás, acho que até hoje eles são meio nebulosos. Ele nasceu para ser um complemento do Graffiti de verdade, meu site pessoal. Publico lá meus artigos mais "sérios". É um Graffiti mais caprichadão. Aqui no blog procuro tratar o cotidiano de TI.

Aqui posso ser (muito) parcial, informal, direto. Como já disse em outro post, o blog substitui (a parte chata) das 'happy hours' com colegas que, de repente, ficaram muito distantes.

O que mais me diverte (creia, é um prazer manter o bichinho aqui atualizado) é a auto-provocação deste espaço. É liberar um pouco o lado (pouco) criativo e vários planos e projetos brotam como 'chuchu na cerca'. Os graffiares (frases provocativas), as séries (BizPlan, Vida Digital, Saca Só), as seções (downloads, pizzas) - todos aparecem sem aviso prévio, sem planejamento. Meu irmão caçula, o Guz, há um ano falou: "achava que vc seria a última pessoa no mundo a ter um blog". Hoje ele - responsável pelo design, desenvolvimento e manutenção de meu site pessoal - morre de ciúmes do blog.

E o que mais me motiva é o retorno. Vivo brincando com as 4x1/2 dúzias de amigos e colegas que frequentam o Graffiti de quando em vez. Dia 27/3 comemorei a milésima visita. Depois, em 43 dias, foram mais de 600! Tks, TKS!!


Let's talk 'bout IT

Se fizesse uma retrospectiva e uma auto-crítica (séria) eu deveria:

1. Bater menos na MS;
2. Elogiar menos a IBM;
3. Parar de ler Info, Info Corporate e co-irmãs;
4. Publicar mais IDÉIAS & PROVOCAÇÕES;
5. Publicar menos CRÍTICAS;
6. Estudar mais SOA, MDA, CMMI;
7. Fazer mais 'happy hours'; e
8. Postar menos.

Fim do Se.

Faça

{o que der na telha}

Enquanto é Tempo.

6 responses to "1 Ano"

  1. Salve Paulo,

    Os devidíssimos parabéns por este seu primeiro ano de Graffiti. Cheguei atrasado mas cheguei interessado, li as 3 últimas edições somente. E só agora pra dar pitaco.
    Concordo em gênero número e grau com seu libelo contra a censura, mas devo somente ressaltar um ponto: Não acho que deva existir o controle indiscriminado, burro; mas que os usuários devem sim saber que ele existe e é bem possível. Ou seja, se voce tiver a idéia de que aquilo que escreve ou lê no ambiente de trabalho pode ( e eventualmente será ) alvo do escrutínio, voce com certeza respeitará mais as normas do ambiente de trabalho onde está, elas existem por um motivo. As empresas bloqueiam estas formas de comunicação por medos com fundamento; se todos tivessem o bom propósito de aprender e evoluir como voce diz, seria ótimo. Sinto, mas estamos muito longe disso. Indiscrição, crime, procrastinação pura e simplesmente destroem qualquer imagem útil que estas ferramentas podem carregar.

    Grande abraço e continue !

    Fred Ramos

  2. Grande Fred, muito obrigado.

    No assunto "censura" Fred, o grande problema é que a maior parte dos tais 'controles' implementados são naturalmente burros. Do tipo "atira primeiro e pergunta depois".
    Fico com meu colega Wanden: as empresas nos contratam para que tenhamos responsabilidades e depois nos tratam como crianças bagunceiras. KWs Fred, só performam em ambientes onde a informação flui naturalmente. Afinal, quem pode dizer de onde sairá a próxima grande idéia ou solução?
    Aos 'levados', o melhor remédio é a convivência com os 'responsáveis'.

    Paulo Vasconcellos

  3. Vou usar aqui mais um dos sábios ditados populares: "em casa de ferreiro o espeto é de pau". É o que geralmente ocorre com mtos caras de TI. Vc mexe em um monte de sistema de um monte de empresa e não tem suas páginas...(é o meu caso). Parabéns pelo 1º ano destas suas páginas. Ps.: caramba - demorou preu tomar uma atitude...

    Gabriel

  4. Valeu Gabriel, brigadão.
    E, além de 'atitude', umas breja de quando em vez tb é bão... hehe

    Paulo Vasconcellos

  5. Olá Paulo,

    Apesar de escrever pouco, parabéns pelo primeiro ano "no ar", a maioria dos projetos eu conheço a muito tempo. Bom, entrando no debate sobre a censura na web/trabalho, convivo com isto e confesso que fico puto ao receber a mensagem abaixo e ter que mendigar alguns minutos para ler algo interessante.

    "Your organization's Internet use policy restricts access to this web page at this time.

    To view sites in this category you must use quota time. You have 30 minute(s) of quota time remaining. Click the Use Quota Time button to start a 10 minute session for viewing this site and other sites in quota-limited categories."

    Mas, enfim, nem todo mundo usa a liberdade só para o conhecimento, conheço muita gente que quando está livre tem (2GB de loiras, 4GB de anal, 3GB de pedofilia, 10GB de...), é aí que a coisa complica.

    Não que eu olhe as meninas no BlueNoir. (rs)

    Anderson

  6. Muito obrigado Anderson. Principalmente por usar sua 'generosa' quota de tempo para acessar o Graffiti. Fico lisonjeado.

    Agora, o tarado aí precisa é de tratamento...

    Abraços,

    Paulo Vasconcellos

Leave a Reply