Sobre

Graffiti \Graf*fi"ti\, s.m.
desenhos ou palavras feitos
em locais públicos. 
Aqui eles têm a intenção de 
provocar papos sobre TI e afins.

O Graffiti mudou!

Visite a nova versão em pfvasconcellos.net

Sites de relacionamento já deram no saco (sorry). É muita coisa para administrar. Deixei o Orkut em quarto plano. Só não cometo o tal 'orkutcídio' porque tenho informações valiosas lá. Os aniversários de meus contatos, por exemplo. Como o iGoogle traz os lembretes, só acesso o Orkut quando recebo algum scrap. Caso contrário, ele vive no limbo. O Orkut tem um defeito de nascença, uma falha arquitetônica gravíssima em tempos de Web 2.0: não é extensível. Aliás, ele não é uma PLATAFORMA.

O Flickr é só um brinquedinho ocasional. Raramente deposito lá algumas fotos. Aliás, raramente tiro fotos. Mas ele me serve muito como fornecedor de matéria-prima. Sua seção de fotos Creative Commons é imbatível. E como o pessoal "tagueia" legal por lá, é relativamente fácil achar belas fotos com uso liberado.

É engraçado, mas raramente vejo alguém utilizar o Del.icio.us como um site de relacionamentos. Eu mesmo vivo esquecendo desta possibilidade. Mas acho que a falha é do Yahoo. Eles não sabem tirar proveito legal da combinação Portal (personalizável), Flickr e Delicious (acho que agora o nome é este).

Tem outro que uso (muito! - 16.500 faixas desde mai/06) mas não tenho nenhum "contato": a Last.fm. É fantástico e nada intrusivo. Ele "loga" tudo que ouço. E abastece dois dos meus blogs, além do meu novo (quase) vício: o Facebook.



Estou lá há poucas semanas. Aos poucos ele me forçou a acessá-lo, pelo menos, uma vez por dia. Ainda tenho só 14 contatos (sou um cara muito carente... pouquíssimas amizades.. :) hehe.. Mas não entendi porque ainda não aconteceu uma corrida louca do Orkut para ele. Será que é pq não está em português? Hehe.. tem gente gostando da "restrição". Mas o Facebook não corre o risco de virar um desfile de bullshitagens e spams. Ele tem umas travas legais. Tanto que o Mini-Microsoft teve que sair de lá (não pode ser anônimo nem atacar uma pessoa, grupo ou empresa). Ops.. será que corro risco? Não.. uso só o Graffiti para destilar pinga-venenosa... O Facebook tem outros fins.

Mas quais serão? Acho difícil ele alcançar o nível "profissa" do LinkedIn. Aliás, por falar nele, não entendi como nenhum grandão ainda não o comeu. O LinkedIn é ótimo para relacionamentos com fin$.

Mas o Facebook também pode virar. Afinal, ao contrário do Orkut, ele é uma PLATAFORMA. Pra lá de extensível. Todo dia pinta uma nova aplicação, desenvolvida por terceiros. Ou seja, o Facebook pode virar tudo. Ok, 95% das aplicações são bullshitagenzinhas. Mas nada impede usos mais sérios que um jogo de poker ou um SuperHiperWall. Aliás, adorei os "walls". O Graffiti merecia um, hehe..

Minhas músicas da Last.fm já pintam direto no Facebook. Posso gerenciar fotos e vídeos. Posso criar grupos pessoais e profissionais. Posso divulgar eventos e afin$. Resumindo: o Facebook pode matar os serviços "fechados" (como Orkut e equivalentes, mesmo os tupiniquins) e iniciar uma nova época do darwinismo digital. Ia ser uma boa. Porque é muito trampo administrar tanto site de relacionamento. Para um "carente" de contatos então, é uma relação "custo x benefício" que não se justifica...

Ops.. 20h30.. hora de pintar n'outro site de relacionamentos: no boteco da esquina. Pra ver Mengo x Bambi's...

3 responses to "Um (quase) Vício chamado Facebook"

  1. E dá-lhe Mengo!

    Eduardo Marques

  2. Grande Paulo, por conta desse seu post revisitei minha conta no Facebook, resolvi dar uma investida lá... Vamos ver. Quanto ao Flickr, dá uma olhada aqui, é um plugin para a barra de busca do Firefox, que criei e postei no meu outro blog. []s!

    Fernando Garrido Vaz

  3. Oi Eduardo, pois é...

    Dá-lhe Mengo! Sou Timão, mas fiquei muito feliz com a vitória de ontem. E morrendo de inveja daquela torcidona. Mas domingo é nossa vez... hehe.

    Pô Garrido,
    revisitou e não me adicionou na lista de contatos? hahaha... assim não vou pra frente... Brincadeirinha.

    Grato pela dica. Vou dar uma olhada.

    []'s e boa sexta!

    ps/merchan: eu não deveria ter falado 'boteco da esquina'. É do FEITOSA pô, um dos melhores petiscos do Sul das Geraes! E a Original mais gelada tb.

    Paulo Vasconcellos

Leave a Reply