Sobre

Graffiti \Graf*fi"ti\, s.m.
desenhos ou palavras feitos
em locais públicos. 
Aqui eles têm a intenção de 
provocar papos sobre TI e afins.

O Graffiti mudou!

Visite a nova versão em pfvasconcellos.net

Como todos esperavam, uma grande gravadora resolveu jogar sua pá de cal no DRM. Trata-se da EMI, que vai liberar sons LIVRES via iTunes. Eric Nicoli, CEO da EMI, soltou uma pérola quando deveria escrever o epitáfio do DRM:

"Estamos comprometidos em aceitar a mudança, e com o desenvolvimento de produtos e serviços que os consumidores realmente querem comprar."

Tsc, tsc. Tiraram as travinhas fajutas e melhoraram a qualidade das músicas (para 256kbps) Batizaram de 'Premium'. Isso vai custar US$ 0,30 mais caro!! Lembra-se que eu falei aqui que seria o maior 'recall' da história da Internet? Que mané recall que nada. Quem quiser "consertar" as músicas adquiridas anteriormente, deve pagar o "upgrade"!! Impressionante...

Tão ridículo quanto o fato de as músicas "DRMzadas" seguirem nas vitrines do iTunes, mais baratas que as que receberam carta de alforria.

4 responses to "O Avesso do Avesso do Avesso"

  1. Acho que já é um começo Paulo. E como essas músics vão vender mais que as sem DRM, acho que o Steve Jobs vai forçá-las a baixar de preço futuramente. O que acha?

    Eduardo Marques

  2. Oi Eduardo,

    é realmente um começo. A notícia é boa, eu é que sou muito chato. Até o DefectivebyDesign gostou da nova - e presentou Jobs com uma camiseta da ONG? hehe..

    Mas pensa bem: pq eles não liberaram músicas sem DRM e com a mesma qualidade daquelas que são vendidas até hoje? Reparou? Eles só melhoraram a qualidade das músicas para que cada transação (mesmo aquelas de troca), gerasse algum dinheirinho. Fica subentendido que vc está pagando pela qualidade superior, não pela remoção de uma característica (DRM) que nenhum cliente nunca solicitou! Nossa indústria consegue inverter até a lógica do recall e do bom atendimento aos clientes! Daí minha insatisfação.

    []'s

    Paulo Vasconcellos

  3. Quanto disseram que este é um capitalismo selvagem, não estavam brincando, meu caro...

    Abraços,

    Nelson Biagio Junior

  4. É Paulo. Concordo com você. E ainda tem mais. Dá uma lida no artigo do Mac Rumors.

    Eduardo Marques

Leave a Reply