Sobre

Graffiti \Graf*fi"ti\, s.m.
desenhos ou palavras feitos
em locais públicos. 
Aqui eles têm a intenção de 
provocar papos sobre TI e afins.

O Graffiti mudou!

Visite a nova versão em pfvasconcellos.net

Confesso, sou infiel. Melhor, virei polígamo. Depois de três anos destilando minhas juras de amor - tag: ms_mon_amour - resolvi "me juntar" com outra "parceira": Apple. Minha maçã do amor! Decisão difícil.

Afinal, não foram poucas as vezes que derramei elogios para a empresa de Cupertino. Sigo achando a Apple o melhor exemplo de inovação em TI. Seguirei babando pelo design de seus produtos. Mas não aguento mais as práticas arrogantes e imbecis dos caras.

Quando era só uma questão de DRM, até que tudo bem. Todo mundo erra. Jobs até confessou que se tratava d'uma bela cagada. Mas não fez muito para nos livrar daquele mal. Tudo bem.. relevei.

Chamei o cara de mentiroso, mas bastou ver o iPod Touch para esquecer. Já tava até preparando a encomenda: seria meu presente de aniversário.

Até que o Cory nos contou que os novos iPods não podem se relacionar com meu querido Amarok. Aliás, não funcionarão em nada no Linux. Nasceram com a missão de espalhar ainda mais o tal iTunes.

Eu sei, é o tipo de bobeirinha que logo será driblada por hackers mais espertos. Outra bobeirinha insana. Mais grana no ralo. Mas a questão não é essa.

Não dou um centavo meu para qq empresa que não me deixe usar seus produtos com liberdade. Não dou um mísero centavo para qq empresa que force vendas casadas. Enfim, não torro 1/2 pataca em empresas de 1/2 tigela que não respeitam sua única razão de exitir: o freguês.

Portanto, amada Apple, a partir de hoje és minha nova cônjuge. Apple, mon amour!

3 responses to "Apple, Mon Amour!!"

  1. Já foi...

    "Como fazer os novos iPods funcionarem com GNU/Linux" (http://antoniofonseca.wordpress.com/2007/09/17/como-fazer-os-novos-ipods-funcionarem-com-gnulinux/)

    ASF

  2. Hahaha! Muito bom Paulo!

    Mas me tira uma dúvida. Os outros iPods funcionavam com o Linux? Até onde eu sei, todo iPod "precisa" do iTunes para sobreviver. E o iTunes sempre existiu somente para Mac e Windows, não?

    Eduardo Marques

  3. Pois é meu caro ASF, como eu disse, é o tipo de bobeirinha que não dura muito tempo mesmo. Mas mantenho minha posição: não dou R$0,01 para a Apple enquanto ela gastar dinheiro inventando coisas anti-freguês.

    Não Eduardo, até a geração anterior o iPod não trazia nenhum tipo de trava deste tipo. Era fácil conectá-lo num Amarok. Aliás, como o ASF já mostrou, segue sendo fácil...

    Aliás, torça pra que saia uma versão do Amarok para Mac. Você nunca mais vai querer usar o iTunes! hehe

    []'s

    Paulo Vasconcellos

Leave a Reply