Sobre

Graffiti \Graf*fi"ti\, s.m.
desenhos ou palavras feitos
em locais públicos. 
Aqui eles têm a intenção de 
provocar papos sobre TI e afins.

O Graffiti mudou!

Visite a nova versão em pfvasconcellos.net

Em 28/nov/06 eu afirmei por aqui: 2009 é o ano 'A'! Comentava um artigo do Erik Smith, CEO da Google.

Um dos dois lados da briga acaba de confirmar meu chute: o Windows 7 deve ser lançado em 2009.

Como a MS é péssima em estimativas, melhor eu não contar muita vantagem não. Ainda não. Até porque parece que ninguém sabe o que será o Windows 7. E, aqui em Minas, 7 é conta de mentiroso. Melhor se tivessem mantido o codinome "Vienna".


Obs.: Passa da hora d'eu encerrar a série sobre o SOOS, né? Quem sabe mando umas idéias lá pra cima, hehe.

7 responses to "2009 é realmente o Ano 'A'?"

  1. Isso acaba com os rumores de que o Vista seria o último grande lançamento da Microsoft, não?

    Eduardo Marques

  2. Cuidado com a confusão. O que foi dito (inclusive aqui), é que o Vista é ou deveria ser o último de uma linhagem. Falou-se também que seria o último GRANDE em tamanho (aquela coisa de não sei quantos milhões de linhas de código e coisa e tal).

    Se a MS vai escutar os palpiteiros é outra história. Eu acho que deveria...

    Paulo Vasconcellos

  3. Ué. Não entendi. O que seria o Vienna então? Uma linhagem nova? E uma linhagem nova não vai necessitar de uma milhões de linhas de código?

    Eduardo Marques

  4. Eu acredito que o Windows 7 (ou Vienna...), inaugurará o conceito de "Sistema Operacional Modular", ou seja, haverá um núcleo básico e vários módulos distintos, os quais o consumidor poderá adquirir de acordo com a sua necessidade...

    Ah, Paulo, o novo visual do Graffiti ficou supimpa!!!!!

    Amplexos,

    Nelson Biagio Junior

  5. Eduardo,

    o Nelson foi direto ao ponto. Mas eu vou acrescentar: estimo que pelo menos 40% do código do Windows (por baixo - muito por baixo), carrega nas costas o passado. A tal 'compatibilidade retroativa'.

    Há tempos eu falo por aqui que passou da hora da MS cortar o cordão umbilical do Windows. O século XXI exige um outro conceito de SO.

    E o novo SO (SOOS?) deve ser pequeno, objetivo. Modular. (Orientado a Serviços?). Deve nascer com a Internet em seu DNA. Ou seja, tudo que as linhas atuais (inclua Mac OS e Linux aqui) não conseguem ser. É tanta coisa para mudar (vide minha série sobre o SOOS), que simplesmente é mais fácil começar do zero.

    Tks Nelson, mas ainda quero melhorar um cadinho.. hehe. Síndrome de "Chico Buarque".

    []'s

    Paulo Vasconcellos

  6. Paulo, me ocorreu uma idéia agora: Seria o SOM (Sistema Operacional Modular) uma etapa anterior ao SOOS?

    Amplexos,

    Nelson Biagio Junior

  7. Nelson,

    eu entendo que cada módulo é um serviço ou um conjunto de serviços. Então SOM e SOOS seriam a mesma coisa.

    []'s

    Paulo Vasconcellos

Leave a Reply