Sobre

Graffiti \Graf*fi"ti\, s.m.
desenhos ou palavras feitos
em locais públicos. 
Aqui eles têm a intenção de 
provocar papos sobre TI e afins.

O Graffiti mudou!

Visite a nova versão em pfvasconcellos.net

Enfim! Enfim uma iniciativa web bem criativa e brasileira. O Boo Box coloca na Internet, particularmente nas mãos de blogueiros, uma forma diferente de se fazer propaganda (e grana!). A idéia lembra um pouco aquela que muitos disseram que seria o padrão em nossas futuras TVs digitais. Viu um produto e gostou? Clica nele e cai direto no site de vendas.

Simples, simples: um verdadeiro "ovo de Colombo". O barulho todo não é por acaso.

Mas o Boo Box tem uma coisinha que, para os olhos de muitos (investidores principalmente), será um bug: seu modelo de negócios. Eles não geram receitas! Não cobram comissões ou afin$, como a Google por exemplo. Curioso e estranho. Se a ferramenta pegar (e/ou mudar de mãos), a probabilidade do modelo sofrer consideráveis alterações é grande.

De qualquer forma, taí uma idéia que pode ser jogada na minha cara toda vez que eu reclamar da (falta de) criatividade em Pindorama. É pouco, mas conta. É uma exceção, mas prova que podemos ser criativos de verdade.

.:.

Update [19hs]: Quem é antenado, é antenado e pronto!

Não é que o Marco Gomes, um dos dois criadores do Boo Box, já pintou por aqui para corrigir uma informação equivocada que passei? Pois é, passou. Deixando um comentário. Sua educação e atenção são tamanhas que ele fez por merecer a correção aqui mesmo. E um futuro post mais detalhado sobre sua cria.

Erro? Oras, os caras estão nesta para ganhar dinheiro sim! Não dos blogueiros, mas das lojas. Na entrevista que o Marco e o Rapha Vasconcellos (não é parente) deram para o Celso Junior, o modelo de negócios tá um cadinho melhor explicado. Vou surrupiar um trechinho da fala do Marco:

E nós queremos sim ganhar dinheiro, mas não queremos o dinheiro do blogueiro. Nós somos blogueiros, sabemos que não precisamos do dinheiro do blogueiro, quem tem dinheiro mesmo é a loja, elas são as maiores interessadas em vender, é delas que virá o dinheiro (se vier).

Virá! Nem que seja de fora, mas virá.

10 responses to "Boo Box: Um Google Tupiniquim? [atualizado]"

  1. Uma pena que iniciativas assim, aqui na Terra brasilis, sejam tão raras...

    Amplexos,

    Nelson Biagio Junior

  2. boo!

    Muito obrigado pelo review. O boo-box gera receita SIM, mas essa receita não vem dos blogueiros =)

    Para saber mais, leia nossa entrevista pro Celso Junior: http://www.celsojunior.net/blog/2007/02/06/entrevista-marco-e-rapha-os-criadores-do-boo-box/

    Marco Gomes

  3. Minha resposta está na atualização publicada.

    Boo! hehe..

    Paulo Vasconcellos

  4. Marco, só posso parabenizá-lo pela iniciativa. Que o boo-box d6e muito, muito certo!

    Abraços,

    Nelson Biagio Junior

  5. boo!

    O segredo da minha "onisciência de citações do boo-box" está no Technorati =)

    Mas então, obrigado MESMO pelo apoio, são palavras como a de vocês que nos carregam as energias às 4:00 am.

    Amanhã teremos novidades =)

    Marco Gomes

  6. Troco um 'furo' por uma semana inteira de elogios e reviews (sinceros!).

    Troco uma entrevista exclusiva por um killer white paper!

    Boo! E agora?

    Paulo Vasconcellos

  7. Boo!

    Muito legal

    Mas tenho tido problemas
    não consegui colocar para
    funcionar...

    Já corri atrás e não vejo o
    porque do "bug"

    abraços

    Ps.: BOO!

    Calebe Aires

  8. Legal esta matéria e legal também o projeto boo-box!

    Pena que o brasileiro não costuma valorizar o trabalho feito por brasileiros, principalmente quando eles não estão no euxo Rio-SP!

    Mas o Boo-box ainda vai dar muito o que falar (positivamente!)


    []'s

    Fisica no CP2 Engenho Novo

  9. O brasileiro sempre foi criativo! E eu acredito que o Boo-box está no caminho certo. O Marco e o Rapha estão fazendo um excelente trabalho.

    Abraço.

    celsojunior

  10. A iniciativa do pessoal do Boo foi excelente. A idéia, além de original na sua concepção, é prática e tem um resultado visual excelente.
    O ÚNICO E PIOR problema foi o parceiro que eles adotaram no Brasil: O MercadoLivre.
    Este site tem desrespeitado diariamente dezenas, talvez centenas de usuários fazendo cobranças absurdas, expulsando usuários legítimos e compactuando com extelionatários e golpistas.
    Eu tenho um blog no endereço http://peticaoml.blogspot.com que demonstra a falta de respeito constante do MercadoLivre para com seus usuários. Inclusive tenho uma petição no site http://www.ipetitions.com/petition/mercadolivre/ que já foi assinada por centenas de pessoas, contra este monopólio comercial que vem lesando o país a anos e contribuindo fortemente para o aumento da nossa carga tributária, sonegando milhões de reais em impostos anualmente. Eu quero ver o que o pessoal do Boo vai fazer quando o MercadoLivre começar a expulsar os membros que forem cobrar suas comissões, porque eu já vi isso acontecer antes e fatalmente acontecerá de novo!

    Renato Siqueira

Leave a Reply