Sobre

Graffiti \Graf*fi"ti\, s.m.
desenhos ou palavras feitos
em locais públicos. 
Aqui eles têm a intenção de 
provocar papos sobre TI e afins.

O Graffiti mudou!

Visite a nova versão em pfvasconcellos.net

Ando falando muito sobre televisão nos últimos dias. Teve aquele papo da Google, de que a Internet não vai aguentar. Ontem eu mostrei a Democracy TV, alternativa legal que já está no ar.

Faltou dizer uma coisinha: a Democracy TV precisará de uma outra casa, além dos micros. Se ela quiser ser relevante, terá que virar uma "Setup Box". Não conheço os planos do projeto, mas me parece primordial que eles já estejam conversando com fabricantes dispostos a desenvolver um 'turner' (ou 'video extender') - um aparelhinho que conectaremos nas nossas TV's de plasma (ou LCD ou CRT mesmo), abrindo-as para o admirável novo mundo da Internet. Aliás, se eu fosse engenheiro eletrônico em Santa Rita do Sapucaí, começaria agora a desenvolver algo parecido. Utilizando a Democracy TV, obviamente. Eles já fizeram aparelhos PABX com Skype (que é proprietário). Parece fácil fazer uma "setup box": afinal, ela é só um micro. Um pouquinho mais especialista.

Sua maior concorrente está saindo do forno: a Apple TV. Se o Roberto X estiver certo em seus chutes, a Apple tem um maravilhoso plano de negócio. Se a Apple não tinha pensado em tudo que o Roberto falou, então ela acabou de ganhar o presente do século! Um presentinho de bilhões de dólares.

Mas o Roberto X nunca esteve amparado em evidências tão claras: o vínculo Apple + Google (via Eric Schmidt); o conteúdo da Disney e afiliadas; a arquitetura da Apple TV (e seu disco rígido); Jobs clamando pelo fim do DRM. Junte os pontos. Acabou de nascer a TV do século XXI.

1 response to "A TV do Século XXI"

  1. Enquanto isso, em uma certa cidadezinha do estado de Washington, a canoa começa a fazer água...hehehehehe

    Amplexos,

    Nelson Biagio Jr

Leave a Reply