Sobre

Graffiti \Graf*fi"ti\, s.m.
desenhos ou palavras feitos
em locais públicos. 
Aqui eles têm a intenção de 
provocar papos sobre TI e afins.

O Graffiti mudou!

Visite a nova versão em pfvasconcellos.net

Pois é, e nem foi assim só "de vista" não. Há 2,5 dias estou interagindo com o bichinho. Lógico, não na minha máquina-xodó (Graffiti), que jura que seu casamento com o Kubuntu é para sempre. Vamos lá, primeiras impressões:

  • É lento. A versão "Home Basic" (aka 4$lesspeople), numa máquina com 512mb de RAM, é muito lenta. Algo como o XP numa máquina com 128mb.
  • Mas é lento também porque é burocrático. Suas primeiras interações com um SO recém instalado são quase sempre administrativas. No Vista, cada mínima solicitação é acompanhada de uma besta perguntinha do tipo "tem certeza?" Caraca, se o usuário é administrativo, porque tanta insegurança? Ok, a família Ubuntu tem algo parecido - pede uma senha para todas as tarefas "perigosas". Mas ele não exagera.
  • Sem o Aero, o Vista fica parecendo um XP depois do botox, só isso.
  • Peraí, não é só isso não. Ficou também um XP com 'jeitinho' de criança de 5 anos. Melhor: "jeitinho" de esposa insegura. Pergunta tudo! Só as opções para desligamento formam uma bela piada: Hibernar, Dormir, Desligar, Recarregar, Lavar, Passar ou Cozinhar?... vish
  • Baixei o OpenOffice e o Firefox (lógico!). Pelo menos eles funcionam direitinho, sem nenhum problema.
  • A configuração para conexão com Internet, redes sem fio e afins também rola sem problemas.
  • Na primeira conexão, o WinUpdate baixou uns 100mb de atualizações (uma parte considerada "crítica").
  • E pronto. Será que isso é tudo? Felizmente, não seguirei muito tempo com ele para saber. A maquininha, um note, logo receberá uma versão 64bits do Kubuntu. Manterei uma pequena partição com o Vista para fins de diversão.
Mas, no resumo da ópera, é muito pouco para tanto barulho. Não me admira que no FAQ da MS-UK (Reino Unido), 2 das 5 perguntas mais freqüentes sejam:
  • Posso fazer o downgrade para XP?
  • Como fazer o downgrade para XP?
E dá-lhe cadeiras...

.:.


Ah, mas a MS fala que já vendeu um zilhão de cópias!!

Hehe.. sim. Da mesma forma que o Faustão fala que o calcinha preta vendeu um zilhão de cópias! Alguém se lembra do recall dos CD's do filho da ministra do turismo sexual? Então... ele também tinha vendido um zilhão de cópias. Para distribuidores (OEM) e lojas... isso não significa taxa de devoção (ou adoção).

1 response to "Conheci o Vista"

  1. Parece que o Vista decepcionou mesmo. Para o pessoal que usa Mac OS X e Linux, essa decepção já era esperada, pois acho eu que esses sistemas são melhores que o Windows. Mas até o próprio pessoa que usa Windows está reclamando. Aí o bicho pega!

    Eduardo Marques

Leave a Reply