Sobre

Graffiti \Graf*fi"ti\, s.m.
desenhos ou palavras feitos
em locais públicos. 
Aqui eles têm a intenção de 
provocar papos sobre TI e afins.

O Graffiti mudou!

Visite a nova versão em pfvasconcellos.net

Avaliação da Associated Press, publicada no Seattle Times:

"Google's Desktop Search application, technically released as a preview yesterday for Windows XP and 2000 PCs, uses the same algorithms that have made its Internet search engine fast, accurate and popular. At the same time, it makes Windows' slow, built-in search tool eat dirt".

Comer poeira... hehe
O Google Desktop é outra prova 'irrefutável' de que a MS precisa rever, urgentemente, seu processo de desenvolvimento e, principalmente, a destinação de suas generosas verbas de P&D. Lógico que o Google Desktop não substitui um sistema de arquivos. Não tem nada a ver. Mas o desenvolvimento do WinFS não pode servir de álibi prá MS não entregar coisas simples e diretas. E acho que a "revisão/reengenharia" passa pelo Chief Software Architect, Mr Butthead.

Agora vou 'trafegar na mayonaise': será que a turma da Google tem no horizonte alguma iniciativa P2P? Se o DOJ estadunidense disse que o Napster, after all, era inocente, o que impede o Google de ser (além de tudo que é), uma ferramenta de busca P2P. E da busca pro compartilhamento de arquivos é um pulinho, não?

1 response to "Ainda sobre o Google Desktop"

  1. Nota dez mil!
    E esse sonho aí do P2P seria sublime!

    _rodrigo

Leave a Reply